Índice >> Serviços >> Cursos >> Artigos >> Já Nada Me Surpreende! 

Já Nada Me Surpreende!

Já Nada Me Surpreende!

Tradução de Francisco Godinho do artigo “no jab for me”, tal como estava publicado a 22-06-2021 no site nojabforme.info
(Créditos e Gratidão ao Autor)

Já Nada Me Surpreende!

Já Nada Me Surpreende! (ou “Se não morreres do mal morres da cura!”)

As declarações neste site são fundamentadas com factos que serão julgados num tribunal de justiça. O consentimento informado requer um fluxo de informações claras, precisas e não filtradas. Clique nas seções com hiperlink para ser direccionado às fontes primárias, como documentos do CDC, OMS, FDA.
Qualquer pessoa que tentar derrubar este site, seja desactivando links ou publicando avisos de que este site é perigoso, será nomeado co-réu no equivalente a outro Nuremberga, por ser cúmplice de crimes contra a humanidade. Isso inclui serviços de comunicação social e boletins informativos. Os advogados estão de prontidão.
Actualizado em 21 de Junho de 2021 - 23h28 PDT

Sabia disto?

1. O FDA não aprovou a terapêutica do gene de mRNA da Moderna ou Pfizer que eles apelidaram de "vacinas". Ele simplesmente os autorizou. Fauci confirma. 19 médicos alertaram o mundo sobre os perigos. Em 2012, os testes em animais para jabs de mRNA tiveram que ser interrompidos porque os animais continuavam a morrer.
O ex-presidente da Associação de Médicos e Cirurgiões Americanos, juntamente com a Bióloga e Imunologista Molecular, Dolores Cahill, PhD, confirmam que animais morreram em estudos anteriores com mRNA em animais. Pessoalmente, aceito a sua palavra sobre qualquer "verificador de factos" que esteja a tentar promover jabs experimentais de mRNA. Não há evidências de que estudos com animais bem-sucedidos tenham sido conduzidos especificamente para a terapêutica de informações de mRNA da Moderna e da Pfizer. Onde está a prova? Mas, mesmo que houvesse provas, os estudos actuais com humanos são uma falha catastrófica que beira o genocídio.
O Dr. Richard Fleming, doutorado em física, medicina e direito, explica como a proteína Spike pode cruzar a barreira hematoencefálica para causar a doença das vacas loucas.
Em 13 de Junho de 2021, o número de mortes por vacinas em 2021 excedeu o número combinado de mortes por vacinas nos últimos 30 anos.
Em 26 de Maio de 2021, a morte de uma mulher de 37 anos levou a Bélgica a interromper a injecção de J&J para menores de 41 anos, enquanto o CDC declarou ter encontrado uma "associação causal plausível" após identificar 28 casos entre os mais de 8,7 milhões de pessoas que receberam a vacina J&J.
A AstraZeneca foi descartada por 24 países e pelo Ontário em 11 de Maio de 2021. Johnson & Johnson, uma "injecção" de Vector Viral (1) que recebeu Autorização de Uso de Emergência em 27 de Fevereiro de 2021, foi interrompida por vários estados devido à formação de coágulos sanguíneos. O CDC havia confirmado. Mas a distribuição foi retomada após uma pausa de 10 dias. O CDC também confirma (2) que os jabs da Pfizer & Moderna são os mais letais de todas as "vacinas", mostrados num gráfico de barras e num vídeo com navegação passo a passo do site VAERS. O ingrediente SM-102 que não é recomendado para uso humano ou veterinário deve fazer toda a campanha de jab uma parada brusca, alguém poderia pensar.
Até o prestigioso NIH confirma, inequivocamente, que:
A. "A compreensão do paciente é uma parte crítica do cumprimento dos padrões de ética médica de consentimento informado em desenhos de estudo."
e
B. " As vacinas COVID-19 projectadas para induzir anticorpos neutralizantes podem sensibilizar os receptores da vacina para doenças mais graves do que se eles não fossem vacinados."
... mas ordena que a comunicação social permaneça em silêncio. Um estudo foi conduzido em Março de 2021 para determinar se os médicos tinham em mãos literatura suficiente necessária para consentimento informado, especialmente na divulgação do risco de que as vacinas Covid pudessem piorar a doença após a exposição ao vírus circulante.
Continuando com a narrativa desconexa, o CDC afirma em dado ponto:
“Em espaços públicos, as pessoas totalmente vacinadas devem continuar a seguir orientações para se protegerem e aos outros, incluindo o uso de máscara bem ajustada, distanciamento físico (pelo menos 6 pés), evitando aglomerações, evitando espaços mal ventilados, cobrindo-se em tosses e espirros, lavando as mãos frequentemente, e seguindo qualquer outra norma aplicável a um local de trabalho ou orientação escolar. As pessoas totalmente vacinadas ainda devem estar atentas aos sintomas de COVID-19, especialmente após uma exposição a alguém com suspeita ou confirmação de COVID-19."
E na mesma página (nada menos), acrescenta:
"As vacinas actualmente autorizadas nos Estados Unidos são altamente eficazes na protecção de pessoas vacinadas contra COVID-19 grave e sintomático."
E, a partir de 13de Maio de 2021, as pessoas totalmente vacinadas não precisam usar máscaras na maioria dos lugares. E quanto aos 99,9% que venceram a Covid, ou seja, lá o que for esse bug? E na Austrália, por que está a ser solicitado às pessoas que estão vacinadas que entrem em quarentena se visitarem áreas infectadas?
2. Os testes clínicos serão concluídos em Outubro de 2022 para a Moderna e em Maio de 2023 para a Pfizer. Aqueles que estão a ser 'vacinados' são as cobaias. É importante enfatizar que não houve estudos em animais sobre esses dois jabs em particular; mas estudos anteriores em animais, usando mRNA, mataram os animais.
Estão a surgir informações preocupantes para as mulheres sobre os sintomas reprodutivos pós-vacinação.
Mais preocupante é o facto de que, embora o CDC admita que os cientistas ainda estão a aprender quão bem as vacinas evitam a propagação do vírus e quão bem elas protegem as pessoas, as agências de saúde federais e estaduais continuam a rotular as vacinas como seguras para mulheres grávidas ou lactantes ou para aqueles que foram recuperados pela Covid, mas os eventos adversos pós-vacinação para esses grupos específicos estão a ser deliberadamente excluídos dos relatórios.
Na sinopse dos ensaios clínicos da Moderna, é afirmado nos Critérios de Inclusão:
"Participantes do sexo feminino com potencial não reprodutivo podem ser inscritas no estudo. O potencial não reprodutivo é definido como cirurgicamente estéril (história de laqueação tubária bilateral, ooforectomia bilateral, histerectomia) ou pós-menopausa (definida como amenorreia por ≥12 meses consecutivos antes da triagem sem uma causa médica alternativa.) O nível da hormona folículo estimulante (FSH) pode ser medido a critério do Investigador para confirmar o estado de pós-menopausa.
Participantes do sexo feminino com potencial para engravidar podem ser inscritas no estudo se a participante atender a todos os seguintes critérios:
- Tem um teste de gravidez negativo no rastreio e no dia da primeira dose (Dia 1).
- Praticou contracepção adequada ou absteve-se de todas as actividades que poderiam resultar em gravidez por pelo menos 28 dias antes da primeira dose (Dia 1).
- Concordou em continuar a contracepção adequada durante 3 meses após a segunda dose no Dia 29.
- Actualmente não está a amamentar.
E nos seus critérios de exclusão:
- Está grávida ou a amamentar.
Sinopse do ensaio clínico da Pfizer sob os critérios de exclusão:
- Mulheres grávidas ou a amamentar.
E, no entanto, os sites de perguntas frequentes de todos os 50 estados ainda consideram as vacinas da Covid como "seguras" para a pessoa média e mulheres grávidas ou a amamentar, enquanto na Grã-Bretanha, em 2 de Junho de 2021, 920 mulheres grávidas perderam os seus bebés após receberem a "vacina”.
Este é um crime flagrante contra a humanidade.
Para fins de esclarecimento neste artigo, visto que o vírus não foi isolado e os sintomas mimetizam a gripe, a Covid19 é considerada uma variante da influenza. E, sim, as pessoas podem morrer de gripe ou de resfriado comum. Na verdade, os pulmões de pacientes com influenza podem ser mais danificados do que os de pacientes com Covid. E a coagulação do sangue também é comum em pacientes com gripe.
Alguns argumentarão que o SARS-CoV-2 foi desenvolvido num laboratório de ganho de função e apoiarão as suas alegações com relatórios. O Taiwan News ainda fornece uma entrevista como prova.
Fauci foi grelhado sobre seu envolvimento, e, naturalmente, mentiu sobre isso, mesmo com evidências de que a sua NIH fez fundos com os projectos Gain-of-Function.
Isso é discutível, embora haja todas as indicações de que este não era um vírus de ocorrência natural.
A principal consideração não é qual é a vacina mais segura ou se o vírus é natural ou feito pelo homem ou se Fauci mentiu, mas se as injecções experimentais são garantidas para uma doença com uma taxa de sobrevivência de 99,9% quando existe terapêutica para controlar doenças induzidas por coronavírus, e, de uma perspectiva legal, se foram cometidos crimes contra a humanidade. Eu sou a favor de vacinas testadas, verdadeiras e seguras quando nenhuma terapêutica está disponível. NÃO sou a favor da terapia genética experimental apoiada por estudos desastrosos em animais, testados em humanos pela primeira vez na história. Os humanos não deveriam ser as cobaias.
O Comité do Povo Israelita disse sobre o “tiro” da Pfizer: Nunca houve uma vacina que tenha prejudicado tantas pessoas. Corroborando esse facto, em 21 de Junho aprendemos com a Children's Health Defense que pesquisas mostram que a proteína do pico da vacina COVID pode viajar do local da injecção para se acumular em órgãos e tecidos, incluindo o baço, a medula óssea, o fígado e em “altas concentrações” nos ovários.
3. O FDA e o CDC não revelaram ao público mais de 20 efeitos adversos, incluindo morte, relacionados com as injecções de Covid19, que foram discutidos numa reunião de Outubro de 2020, consulte a pág. 16 do documento.
Mas o acto mais flagrante de negligência grosseira é a falha em alertar o público sobre a "libertação" da vacina para os não vacinados. Dentro dos protocolos clínicos da Pfizer, em 8.3.5 a 8.3.5.3, a Pfizer alerta sobre exposição durante a gravidez ou amamentação e sobre a exposição ocupacional.
Políticos? Comunicação social convencional? Doutores? Oficiais de saúde? Grilos.
5.993 mortes por injecções de Covid19 foram relatadas pelo National Vaccine Information Center em 11/06/2021, e um terço das mortes ocorreram em 48 horas. 5 médicos proeminentes discutem como o Covid Jab é uma arma biológica.
4. O jab de mRNA fornece uma molécula inorgânica sintética (dispositivo médico) que programa as suas células para sintetizar patógenos na forma de proteína spike contra o qual o seu sistema imunológico terá que lutar constantemente pelo resto da sua vida, de acordo com especialistas como como a Bióloga e Imunologista Molecular, Professora Dolores Cahill. Ela explica. Fauci confirma. Dr. Lee Merritt reconfirma.
Outros chamam-lhe Terapia da Informação, que hackeia o software da vida, de acordo com o cientista-chefe da Moderna [Mode RNA]. Essencialmente, o vacinado torna-se um OGM. A Dra. Sherri Tenpenny mapeou oito mecanismos que podem resultar em morte por um surto de Covid.
5. Em Outubro de 2020, o jab de mRNA não o impediu de contrair Covid19 ou de o transmitir. O Dr. Steve Hotze elabora. Fauci confirmou. Mas, em Maio de 2021, vendo a fraqueza dessa estratégia de marketing, o CDC mudou novamente. Agora, afirma que esses jabs protegem contra a infecção, quando o número crescente de casos reveladores contam uma história totalmente diferente.
O gráfico do CDC ressalta essa realidade, provando que essas injecções são ineficazes e os passaportes de injecção são totalmente inúteis.
E, de acordo com o próprio MSN Lifestyle de Bill Gates, o jab de mRNA pode alterar o seu DNA. Ele cita um artigo do NCBI. Não espere que este artigo seja dignificado por uma revisão por pares. Isso nunca vai acontecer. Tudo isso faz parte do script Hidden in Plain Sight (oculto da visão simples). Quando o cientista-chefe da Moderna afirma que jabs de mRNA hackeaiam o software da vida (DNA), não deve haver mais discussão.
Nos EUA, mais de 176 milhões de pessoas já foram agredidas pelo menos uma vez, até 18 de Junho de 2021, ou seja, 53,1% da população.
Conforme já mencionado, o CDC parou de relatar o número de casos pós-vacinação da Covid (casos de descoberta), a partir de 01/05/2021. Os números são muito embaraçosos. O último número de casos notificados do CDC foi de 9.245, resultando em 132 mortes, ou uma taxa de mortalidade de 1,4%.
Usando a mesma taxa de mortalidade de 1,4%, dado que o número mais recente de mortes pós-vacinação é de 671 (em 18 de Junho de 2021), e dada a definição muito liberal de mortalidade do Dr. Birx, podemos estimar o número actual de Infecções pós-vacinação por Covid em cerca de 47.928.
De acordo com o exasperado Dr. Peter McCullough, clínico, cardiologista, epidemiologista e professor de medicina no Texas A&M College of Medicine, normalmente bastam apenas 25 a 50 mortes para encerrar um programa.
E ele ressalta que para mulheres recuperadas ou grávidas vacinadas ou em idade fértil, os eventos adversos da "vacina" não são registados neste ensaio clínico que termina em 2023 (para a Pfizer) e em 2022 (para a Moderna).
Além disso, uma "vacinação" imperfeita pode aumentar a transmissão de patógenos altamente virulentos, de acordo com este artigo do NCGI. Um estudo em ratos conclui que o pico de proteína de uma "vacinação" pode causar danos aos pulmões.

Também sabia disto?

6. O CDC inflacionou a taxa de mortalidade para Covi19 instruindo os médicos na sua directiva de 24 de Março de 2020 para atribuir a causa da morte como Covid19 para todas as mortes, independentemente de os pacientes terem testado positivo para Covid19 ou se tivessem outras comorbidades, na mera suposição de que poderiam ter sido infectados, de modo a aumentar o medo. Aqui está o documento. Os médicos declararam publicamente que estão sendo pressionados a marcar a Covid19 nas certidões de óbito. Aqui está uma lista:
Dr. Dan Erickson
Dr. Scott Jensen
Director de doenças infecciosas Kris Ehresmann
Este passo em falso do CDC viola os Regulamentos Federais, de acordo com o IPAK. Cada agência federal é obrigada a enviar uma proposta formal de mudança ao Federal Register, seguida por um processo de comentário público de 60 dias e revisão por pares antes que as mudanças possam ser feitas.
Quantas variantes mortais pretendem eles lançar? O roteiro pedia apenas duas em Setembro de 2020 (ver # 32).
O CDC violou os Regulamentos Federais mais uma vez quando emitiu uma mudança nas suas regras de relatório.
No site do CDC:
"A partir de 1 ° de Maio de 2021, o CDC fez a transição do monitoramento de todos os casos de descoberta de vacinas relatados para se concentrar na identificação e investigação apenas de casos fatais ou hospitalizados devido a qualquer causa. Essa mudança ajudará a maximizar a qualidade dos dados colectados nos casos de maior importância para a saúde pública. Contagens de casos anteriores, que foram actualizadas pela última vez em 26 de Abril de 2021, estão disponíveis apenas para referência e não serão actualizadas no futuro."
Por outras palavras, devemos acreditar que as pessoas vacinadas estão a morrer repentinamente de causas naturais e pré-condições (não as vacinas ou Covid) e que quase ninguém é ferido pelas "vacinas", mas os não vacinados continuam a morrer de Covid.
Em 17 de Junho de 2021, Fauci alertou que a variante DELTA causará mais mortes entre os não vacinados, mas descartou o facto de que as mortes por vacinas em 2021 excederam o número combinado de mortes por vacinas nos últimos 30 anos. Biden provoca o mesmo medo. E, Rochelle Walensky junta-se ao coro para vacinar os adolescentes, enquanto ela evita completamente a taxa de sobrevivência para essa faixa etária, mas confia em relatos espúrios de aumento recente de internações hospitalares.
O facto é que 60.000 americanos morrem semanalmente, de forma consistente, antes e depois do surto de Covid - mais dados - enquanto as mortes por gripe e outras doenças caem a pique. A PhD da Johns Hopkins, Genevieve Briand, cujas descobertas abalaram a narrativa predominante, foi censurada pelos seus colegas, provavelmente porque tanto o CDC quanto Bill Gates financiam a Johns Hopkins, a venerável instituição que supervisiona o Institute for Vaccine Safety (IVS), que simplesmente pisou o risco.
7. Mais tarde o CDC admitiu que 94% das mortes tinham doenças subjacentes. Isso significa que, em 30 de Maio de 2021, das 591.265 mortes atribuídas ao SARS-CoV-2, apenas 6% foram realmente causadas directamente por esse vírus, ou seja, 35.475 mortes.
Neste gráfico, o número total de mortes atribuídas à Covid é 323.611. Mas, é na nota de rodapé nº 1 que descobrimos o truque: 'Confirmado ou Presumido Covid19'.
Covid19 presumido?
Por que não 'Tuberculose presumida' ou 'MERS presumida'? Como as suposições podem criar a lógica para as políticas públicas de saúde?
Multiplique o número actual de mortes de Covid por 6% e divida esse número pelo número actual de casos para obter a verdadeira taxa de letalidade, que é cerca de 0,10%. Em outras palavras, 99,9% sobrevivem à Covid.
8. Ao usar a população do estado como denominador, a taxa de mortalidade é ainda menor, variando de 36 a 247 mortes por 100.000. Em 19 de Março de 2021, mesmo com os números de mortes adulterados e testes de PCR falhados, o CDC chegou às seguintes taxas de sobrevivência:
Idades 0-17 99,998%
Idade 18-49 99,95%
Idade 50-64 99,4%
Idades 65+ 91%
O NBC apresentou números semelhantes.
9. O CDC agrupou pneumonia, influenza e Covid19 numa nova epidemia a que chamou PIC para aumentar o número de mortes de Covid19. As estatísticas do CDC para a semana de 3 de Julho de 2020 confirmam que a pneumonia e a gripe combinam com a Covid para inflacionar a taxa de mortalidade. O relatório de 5 de Fevereiro de 2021 faz o mesmo. A ofuscação é sublinhada na página de resultados da pesquisa, onde é informado que as estatísticas de pneumonia, influenza ou covid serão exibidas separadamente, mas todas as três doenças são combinadas nos gráficos PIC.
Mortes por gripe caíram de 61.000 em 2017-2018 para 22.000 em 2019-2020, enquanto a negligência médica é a terceira principal causa de mortes nos EUA.
10. Os hospitais recebem, em média, $ 13.000 para cada admissão da Covid19 e $ 39.000 para cada paciente que é colocado num ventilador. Mais provas, médicos e enfermeiras têm ordens para colocar nos ventiladores pacientes com teste negativo, matando-os efectivamente.

Está ciente de que...

11. Os testes de PCR não detectam partículas SARS-CoV-2, mas partículas de qualquer número de vírus que a pessoa testada possa ter contraído no passado, e que um processo por crimes contra a humanidade está a ser lançado por um advogado alemão, Reiner Fuellmich, por esta fraude. Até Fauci admite que os testes de PCR não funcionam. A OMS o apoia. Neste documento CDC, as directrizes de teste afirmam que falsos negativos e positivos são possíveis - página 39. O teste de PCR não descarta doenças causadas por outros patógenos bacterianos ou virais - página 40. - cópia para download.
Mas o mais importante, na página 42, o SARS-CoV-2 nunca foi isolado na primeira instância: "Uma vez que nenhum vírus isolado quantificado do 2019-nCoV estava disponível para uso do CDC no momento em que o teste foi desenvolvido e este estudo conduzido, ensaios projectados para a detecção do RNA 2019-nCoV foram testados com estoques caracterizados de RNA de comprimento completo transcrito in vitro.".
O inventor do teste PCR, vencedor do Prémio Nobel da Paz, Kary Mullis, explica, e o ex-vice-presidente da Pfizer, Dr. Michael Yeadon, desenvolve neste artigo. Aqui, Mullis desmonta Fauci.
Nem o CDC pode fornecer amostras de SARS-CoV-2, nem os laboratórios de Stanford e Cornell, e numa entrevista à CNN Fauci disse que não faria o teste porque não há necessidade de testar pessoas assintomáticas. Ele reitera que as pessoas assintomáticas nunca foram a força motriz de uma pandemia. Novamente, a OMS o apoia.
A denunciante da OMS, Dra. Astrid Stuckelberger, explica que o swab invasivo no teste de PCR se destina a causar estragos na glândula pineal do cérebro e diminuir a longevidade - pule para 5:07 - e que Johns Hopkins tem um plano pandémico para 2025- 2028 (pule para 10:10).
Um investigador médico federal certificado divulga agora algo que os governadores deveriam saber desde o início. Os cotonetes nasais são embebidos em óxido de etelyn cancerígeno, alterador de DNA, que também causa infertilidade.
Porquê a divulgação agora e não em 2020, no início da pandemia?
O CDC fez-se de parvo sobre os altos limiares de 37 a 40 ciclos usados para o teste de PCR de COVID, resultando em 85-90% de falsos positivos. Mas, agora, ele aceita prontamente o limite inferior de 28 ciclos para o teste pós-vacina.
Mas porquê usar testes de PCR? A União Europeia adoptou uma definição muito menos científica de casos de Covid, com base apenas nos sintomas.
12. Sejamos muito claros: não informar uma pessoa de factos materiais salientes relativos a uma vacinação com a intenção maliciosa de prejudicar, ou com um completo desrespeito à saúde de uma pessoa (como foi demonstrado na 2ª Guerra Mundial pelos médicos nazis, a fazerem experiências em prisioneiros) constitui um crime contra a humanidade. O New England Journal of Medicine ressalta esse princípio.
Há processos em andamento, nomeando Anthony Fauci, entre outros, como réu. Aqui está uma lista parcial:
- Martin Ackermann, chefe da Swiss National Covid-19 Science Task Force da Suíça e "quaisquer outras partes envolvidas no crime", foi acusado de intencionalmente e com sucesso assustar a população de acordo com o Artigo 258 do Código Penal.
- uma acção judicial contra o CDC foi movida por retenção ilegal de informações sob o FOIA.
- a OMS, juntamente com funcionários do governo e fabricantes de testes de PCR estão a ser processados pelo advogado alemão, Dr. Reiner Fuellmich. Aqui está uma actualização e como participar neste processo de acção colectiva.
- enfermeiras estão a processar um CEO de hospital por testes de COVID-19 manipulados.
- professores da Califórnia estão a processar por serem pressionados a obter uma vacina experimental, através dum comunicado à imprensa.
- o Governo da Noruega está a enfrentar um processo por crimes contra a humanidade.
- o governo do Reino Unido enfrentará um processo por crimes contra a humanidade.
- os israelitas estão a iniciar um processo por crimes contra a humanidade contra o seu próprio governo, apesar de a situação ter voltado ao normal em 31 de Maio de 2021.
- mais de 100 funcionários processam o Houston Methodist Hospital por exigir vacinas, e o juiz decide contra eles.
- o Governo da Colúmbia Britânica está a ser processado pela Sociedade Canadiana para o Avanço da Ciência nas Políticas Públicas.
- o governo canadiano está a enfrentar uma batalha legal do melhor advogado constitucional, Rocco Galati, que quer ver Bill Gates preso. Aqui está a contagem de mortes do Canadá.
- a Flórida está a processar o Governo Federal e o CDC.
- os médicos da linha de frente da América estão a processar o Departamento de HHS dos EUA numa acção colectiva para impedir que o FDA injecte em crianças dos 12 aos 15 anos as injecções experimentais de COVID sob os auspícios dos EUA; o advogado principal, Tom Renz, está a elaborar o processo.
- médicos declaram-se culpados de fraude nos biotestes.
- o advogado de direitos humanos, Leigh Dundas, está a perseguir a Califórnia por tentar vacinar crianças sem o consentimento dos pais. E só assim ela forçou Orange County a recuar com os passaportes de vacinação.
- um escritório de advocacia britânico está a lutar contra o 'No Jab, No Pay, No Job'.
- oficiais de polícia canadianos estão a levar o governo de Ontário a tribunal.
- o primeiro-ministro da Nova Zelândia enfrenta acusações criminais por homicídio.
"Homicídio é a morte de um ser humano por outro, directa ou indirectamente, por qualquer meio"
e
"Qualquer pessoa que ajude, incentive ou de outra forma incite o homicídio é parte desse homicídio."
- todos os membros do Parlamento Europeu foram notificados de responsabilidade. Parte do aviso diz: "Além disso, você pode ser pessoalmente responsabilizado por apoiar CRIMES CONTRA A HUMANIDADE, definidos como actos que são cometidos propositalmente como parte de uma política generalizada ou sistemática, dirigida contra civis, cometida na promoção da política do estado.".
- uma acção colectiva de US $ 35 biliões por crimes contra a humanidade foi movida na Suprema Corte do Canadá.

- um processo de Crimes Contra a Humanidade foi movido contra o 'Governo do Reino Unido' e seus 'Conselheiros Científicos Corruptos'.
- na Grécia, vários advogados lutam contra esta nova violação dos direitos humanos sob o pretexto da situação de pandemia, um dos quais, o Sr. Nikos Antoniadis, luta todos os dias nas linhas da frente.
E estamos apenas a começar a aquecer. Se os cidadãos israelitas trouxeram o seu governo ao Tribunal Penal Internacional para Crimes contra a Humanidade, alegando que estão a ser coagidos a tomar uma injecção experimental de COVID inadequadamente testada pela Pfizer, em violação do Código de Nuremberga, então os cidadãos de qualquer estado (West Virginia vem à mente quando os jovens são subornados com $ 100 para receber a vacina) têm o mesmo direito e obrigação. Certamente, os administradores da universidade que exigem a vacinação da Covid de 2,4 milhões de alunos qualificam-se para os testes de Nuremberga.
Certamente, Gavin Newsom qualifica-se para subornar pessoas com lotarias para que sejam vacinadas.
De acordo com as últimas divulgações, em 6 de Junho de 2021, dos e-mails de Fauci, é muito claro que não apenas crimes de terrorismo foram cometidos, mas também Crimes Contra a Humanidade.
O arquivo Fauci-Covid19 publicado pelo Dr. David E. Martin é de domínio público.
O advogado Thomas Renz - cujo mentor é o Promotor de Nuremberga e famoso advogado e estudioso internacional, Henry T. King, Jr. - elaborou este modelo de formulário de consentimento. Os eventos adversos também podem ser encontrados no documento CDC / FDA - página 16 publicado originalmente em Out / 2020.
Pensar que crianças de apenas 12 anos estão a ser levadas de autocarro para locais de vacinação no Texas é o suficiente para iniciar uma revolta. O que sabem as crianças sobre consentimento informado? Onde estão os xerifes quando você precisa deles? Cegos como morcegos, os oficiais da paz estão a dar livre passe ao fascismo médico.
13. A terapêutica e a profilaxia para coronavírus, como a hidroxicloroquina, foram aprovadas nos sites da OMS, CDC e NIH.
Mas, de repente, em 2020, eles foram proibidos. Porquê? Porque, de acordo com as regras do FDA, apenas quando não há terapêutica alternativa, as vacinas não testadas podem ser liberadas para Autorização de Uso de Emergência.
#####Em 2020, a empresa canadiana Apotex estava a fornecer HCQ de graça. Mesmo depois que o American Journal of Medicine ter aprovado o uso do HCQ para pacientes ambulatoriais, o HCQ estava longe de ser encontrado nos Estados Unidos. Agora, os médicos estão a implorar que a ivermectina seja usada como uma terapêutica segura. Aqui estão os resultados gráficos na Índia.
Médicos na Índia e no Reino Unido manifestam-se. A Costa Rica usa o HCQ extensivamente, enquanto a Novartis o doa ao México. Na Índia, os médicos estão a prescrever kits de Ziverdo.
Nos Estados Unidos, agora, a Budesonida, o HCQ e a Ivermectina podem ser prescritos por meio de um portal online, cortesia da America's Front Line Doctors.
Um directório global de médicos que prescrevem tais terapêuticas pode ser encontrado aqui.
O ex-vice-presidente da Pfizer e pesquisador científico, Dr. Michael Yeadon expressa a sua repulsa pela comunidade médica.
14. Médicos da linha de frente que tentam explicar os benefícios de terapêuticas comprovadas estão a ser silenciados e a foi suspensa a licença a alguns. Um resumo conciso da Dra. Simone Gold, que também é advogada e fundadora da America's Front Line Doctors, é imperdível.
Da mesma forma, o British Medical Journal rompeu posições e cita a corrupção e a supressão da ciência. A Aliança Mundial de Médicos junta-se à resistência. Na Austrália, a Covid Medical Network representa os profissionais médicos seniores que vão contra o sistema. A Canadian Covid Care Alliance está empenhada em fornecer informações de alta qualidade e balanceadas baseadas em evidências ao público canadiano sobre COVID-19.
15. Fauci e o CDC têm flip-flop em máscaras, superfícies contaminadas, disseminação assintomática, testes e só recentemente reconheceram que a imunidade colectiva é alcançada quando os anticorpos são disseminados por aqueles que venceram a doença (os 99,9%), mas ainda recomendam distanciamento social, só agora de 6 a 3 pés, resultando neste mapa de bloqueio; enquanto o Reino Unido está a promover um terceiro jab e booster shots anuais para maiores de 50 anos.
Mais uma vez, numa tentativa furtiva de induzir o medo, em 7/21 de Maio, o CDC reviu os seus critérios de como esse vírus é transmitido ao ser transportado pelo ar. As directrizes de viagem mais recentes prescrevem testes antes e depois da viagem para os não vacinados e para os vacinados que chegam.
Por falar em imunidade de grupo, a OMS mudou sua definição de 7 de Junho de 2020 de:
"A imunidade de grupo é a protecção indirecta de uma doença infecciosa que ocorre quando uma população está imune por meio de vacinação ou imunidade desenvolvida por meio de infecção anterior" para:
"Imunidade de grupo ', também conhecida como' imunidade da população ', é um conceito usado para vacinação, em que uma população pode ser protegida de um determinado vírus se um limite de vacinação for atingido. A imunidade de grupo é alcançada protegendo as pessoas de um vírus, não as expondo a ele.", em 13 de Novembro de 2020.
Mas, inverteu novamente a sua posição em Dezembro de 2020, com esta declaração fútil:
"As vacinas treinam o nosso sistema imunológico para criar proteínas que combatem as doenças, conhecidas como 'anticorpos', assim como aconteceria quando somos expostos a uma doença, mas - o que é crucial - as vacinas funcionam sem nos deixar doentes. As pessoas vacinadas são protegidas contra a doença em questão e repassando o patógeno, rompendo quaisquer cadeias de transmissão” (4).
E eles continuam a mover os postes da meta. Os testes da Pfizer alertaram os homens para ficarem longe de mulheres grávidas… mas agora o CDC está a pressionar as mulheres grávidas a tomarem um agente biológico experimental sem pensar duas vezes. Médicos conscienciosos não permitem que pessoas vacinadas entrem nos seus consultórios, para proteger as suas funcionárias. Na Grã-Bretanha, 920 mulheres grávidas perderam os seus bebés após serem "vacinadas".
Nem uma palavra é dita pelo CDC de que aqueles que derrotaram a Covid têm imunidade de longo prazo.

Processos de crimes contra a humanidade

16. Lesões e mortes por jabs de mRNA continuam a aumentar. VAERS relata 29.871 feridos graves em 11/06/21; 48% em pessoas com 65 anos ou mais. E nos locais das vacinas, os administradores não conseguem responder à pergunta simples: "O que há na vacina?".
No primeiro trimestre de 2021, houve um aumento de 6.000% nas mortes por injecções em relação ao mesmo período do ano anterior. Graficamente, o jab parece-se mais com um corte superior rígido, para citar o advogado Rocco Galati. E isso se, de acordo com um estudo de Harvard, apenas 1% dos eventos relacionados com a vacina estariam a ser relatados.
- Aqui, o Estado de Connecticut, ao descrever os jabs da Pfizer e Moderna, comete um crime contra a humanidade com esta declaração:
"As vacinas de mRNA COVID-19 fornecem instruções às células dos nossos braços para fazer uma proteína inofensiva encontrada na superfície do vírus que causa COVID-19."
A proteína spike é tudo menos inofensiva, não se confina ao seu braço e ainda está em testes clínicos. Este é um caso flagrante de desinformação.
- Esta é a divulgação completa, verdadeira e simples de Vermont:
“Quais são os ingredientes das vacinas COVID-19? Como funcionam?
Os ingredientes das vacinas COVID-19 são semelhantes aos encontrados em outras vacinas. Eles contêm proteínas e gorduras, sais e polissorbato. As vacinas de mRNA (Pfizer-BioNTech e Moderna) também contêm açúcares e polietilenoglicol. Elas não contêm nenhum tecido fetal, produtos de porco, ovos, gelatina, látex, microchips ou conservantes.".
Elas têm muito mais do que isso, como o SM-102 e o dispositivo / molécula médica inorgânica que envia mensagens às células para produzir o patógeno, a proteína spike, sem botão para desligar.
- da Pensilvânia, mais desinformação:
"A imunidade natural da doença COVID-19 é melhor do que a imunidade da vacina? Obter COVID-19 pode oferecer alguma protecção natural, conhecida como imunidade. Mas os especialistas não sabem quanto tempo dura essa protecção, e o risco de doenças graves e morte por COVID-19 supera em muito qualquer benefício da imunidade natural. A vacinação COVID-19 ajudará a protegê-lo, criando uma resposta de anticorpos sem ter que ficar doente.".
O JAB pode deixar pessoas muito doentes, até mesmo matá-las, e a taxa de sobrevivência da Covid19 é de 99,9%.
- Esta é a versão de Nova York da desinformação completa, verdadeira e simples:
"A vacina vai contaminar-me com COVID? Não. Nenhuma das vacinas em estudo é composta de materiais que possam causar doenças. Por exemplo, as primeiras vacinas autorizadas para uso de emergência pelo FDA usam uma pequena parte inofensiva do material genético do vírus chamada 'mRNA'. Este não é o vírus. As vacinas de mRNA ensinam o seu corpo a criar proteínas de vírus. O seu sistema imunológico desenvolve anticorpos contra essas proteínas, que o ajudarão a combater o vírus que causa COVID-19, se você for exposto. Isso é chamado resposta imunológica.".
De acordo com os imunologistas que conhecem os estudos em animais, primeiro, você não recebe o mRNA de nenhum vírus; você recebe uma molécula inorgânica (um dispositivo médico) que sinaliza às células para gerar a proteína spike do vírus. O seu corpo produz o patógeno real. O jab instrui o seu corpo a produzir em primeiro lugar o patógeno com que você não quer ser infectado. Não há interruptor OFF. A proteína spike sozinha pode causar estragos, como mostram os resultados. E se você for infectado por um vírus selvagem, você corre o risco de desencadear uma tempestade de citocinas, como mostram os estudos em animais. Você torna-se uma bomba-relógio. E ainda pode ser infectado pelo vírus Covid e transmiti-lo a outras pessoas. O uso da palavra "inofensivo" é um crime flagrante contra a humanidade.
- Nevada:
"Segurança: As vacinas COVID-19 foram desenvolvidas de acordo com os rigorosos padrões da US Food and Drug Administration. Muitos milhares de pessoas participaram nos testes clínicos para garantir que as vacinas eram seguras e eficazes antes de serem oferecidas ao público. Os ensaios clínicos incluíram três fases.
Fase I: Pequeno grupo de voluntários para determinar a segurança inicial e os efeitos colaterais potenciais.
Fase II: Grupo de voluntários maior para determinar eficácia e dosagem.
Fase III: Grupo de voluntários muito grande em que uma parte dos participantes recebe a vacina e a outra parte recebe o placebo para determinar a eficácia e os efeitos colaterais.".
Nenhuma menção aos ensaios clínicos em andamento com término previsto para 2023 ou ao número crescente de eventos adversos. Nenhuma menção a terapêuticas comprovadas, às altas taxas de sobrevivência de Covid19. Visto que nenhum consentimento informado é possível, portanto, foi cometido um crime contra a humanidade.
Ao analisar este gráfico nos sites de FAQ e documentos de todos os 50 estados, você deve chegar a apenas uma conclusão: Todos os 50 estados, que inclui as autoridades eleitas e administradores de saúde, são cúmplices do maior crime contra a humanidade de todos os tempos.
17. O CDC já recomendou DDT para uso doméstico, e usou as mesmas tácticas de medo para vender vacinas contra o H1N1 em 2009 e para a gripe suína em 1976.
18. Os documentos provam que a comunicação social estava destinada a ser o jogador-chave na criação das campanhas publicitárias que antecederam a promoção de vacinas, “VACCINATE WITH CONFIDENCE” (vacinar com confiança), papel que existe no CDC, juntamente com o seu equivalente britânico, e que o bloqueio de elevação na condição de vacinação é usado como uma cenoura para fazer as pessoas aceitarem o jab, como aprendemos nesta entrevista à CNN.
19. Políticos são apanhados em flagrante a falar sobre o teatro de usar máscaras, e o NCBI, uma divisão do NIH, publicou um artigo sobre os perigos das máscaras durante o exercício. Até mesmo o CDC alerta para os perigos das máscaras, assim como esses estudos sobre a síndrome de exaustão induzida por máscaras MIES.
20. O CDC possui a patente do coronavírus que é transmitido aos humanos; além disso, uma patente para um Sistema e Método para testar a Covid19 foi registada em 2015, corroborada aqui, e os kits de teste da Covid19 estavam a ser enviados ao redor do mundo em 2018. Captura de tela.

... ou sabia disto?

21. O Covid19 INJECTION foi desenvolvido em apenas algumas horas.
22. As empresas de vacinas não podem ser processadas por lesões. Dado o histórico dessas empresas, todas as medidas foram tomadas para classificar essas vacinas como "vacinas". Pela definição do CDC, uma vacina é projectada para prevenir a infecção. Mas Fauci afirma que o objectivo principal dessas "vacinas" é reduzir a gravidade da doença, não prevenir a infecção. Porquê? Porque ele sabe que os jabs da Pfizer e da Moderna não são vacinas. A Moderna não está no negócio de vacinas, mas sim no negócio de mRNA. E uma vez que o sistema de aplicação do jab da Pfizer é semelhante ao do Moderna, esses jabs não são vacinas, mas terapias de informação, tecnicamente, não importa o que Merriam Webster diz. Eles são rotulados como vacinas para indemnizar os seus fabricantes de acções judiciais. Até a Bloomberg reconhece que não são vacinas. A Sociedade Americana de Terapia Genética e Celular rotula-os como terapia genética.
23. Bill Gates, o filantropo, que investiu US $ 10 bilhões em vacinas, orgulha-se de como injecta crianças com organismos geneticamente modificados, e não pode esperar para a próxima pandemia de sucesso, como a Índia ainda se está a recuperar das suas vacinas contra a poliomielite
24. Bill Gates está a pressionar por passaportes de vacinação. Entre parênteses, vários nomes de domínio para "passaporte de vacinação" foram registados em 2016 por uma entidade em Milão, Itália, e há pessoas que não podem tomar vacinas por causa de contra-indicações médicas. Um passaporte de vacinação discriminaria essas pessoas enquanto elas tentam viver as suas vidas, em violação da Lei dos Americanos com Deficiências de 1990 (42 USC Secção 12101).
25. Bill Gates está a reivindicar as vacinas certas para reduzir a população mundial em 10% a 15%, apoiado por um artigo de jornal. A denunciante da OMS, Dra. Astrid Stuckelberger corrobora (pule para 3:47). Foi feito um apelo no Parlamento italiano para a sua prisão e julgamento no Tribunal Penal Internacional.

Finalmente, sabia?

26. As "vacinas" variantes da Covid devem ser comercializadas sem testes de segurança. Fauci confirmou. Além disso, anticorpos / antígenos para SARS-CoV-2 são encontrados na saliva, tornando o uso de máscaras contraproducente para alcançar a imunidade do grupo. E, se de acordo com a FDA, as pessoas que venceram a Covid (os 99,9%, ou seja, cerca de 32 milhões de americanos) são incentivadas a doar o seu sangue, por que não são incentivadas a tirar as máscaras para eliminar os seus anticorpos? Simplesmente porque as máscaras criam o hype que vende vacinas, que criam as variantes, que a Casa Branca pretende combater, já que agora permite que as pessoas vacinadas tirem as máscaras em espaços públicos, embora as pessoas vacinadas ainda possam ser infectadas e contaminar outras; então somos levados a acreditar.
27. O CDC, que se apoia com declarações como:
“Os Centros para Controle e Prevenção de Doenças (CDC) é a agência a que os americanos confiam as suas vidas. Como líder global em saúde pública, o CDC é a principal agência de promoção, prevenção e preparação da saúde do país. Estaremos a proteger o povo americano de ameaças à saúde pública, pesquisando doenças emergentes ou mobilizando programas de saúde pública com os nossos parceiros nacionais e internacionais, contamos com os nossos funcionários para fazer uma diferença real na saúde e no bem-estar das pessoas aqui e ao redor o mundo."
Compra e revende injecções com grande margem de lucro, cerca de US $ 4,6 biliões por ano, e possui mais de 20 patentes de vacinas - de acordo com Robert F. Kennedy Jr. - e está listada na Dun & Bradstreet. Fauci, que possui pessoalmente 1000 patentes, não disse uma palavra sobre medidas preventivas que estimulam naturalmente o sistema imunológico de alguém.
28. Os formulários de consentimento em hospitais disfarçam vacinas de "biogénicos", e correctores de sangue pagaram até US $ 1.000 por amostras de sangue a pessoas recuperadas da Covid19.
29. Para reiterar, é contra o código de Nuremberga forçar a vacinação de uma pessoa, o consentimento informado substitui a política pública e os advogados estão a preparar-se para desencadear acções judiciais de Crimes Contra a Humanidade.
De acordo com o Artigo 32 da Convenção IV de Genebra de 1949, “mutilação e experiências médicas ou científicas não exigidas pelo tratamento médico de uma pessoa protegida” são proibidas. De acordo com o artigo 147, a realização de experiências biológicas em pessoas protegidas é uma violação grave da Convenção. No entanto, o Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos EUA continua a promover esses jabs experimentais para mulheres grávidas.
A lei federal proíbe os empregadores e outros de usar vacinas como condição de emprego nos EUA. Um advogado de Nevada está pronto para a batalha. Cada estado tem as suas próprias disposições para recusar uma vacina por motivos médicos, religiosos ou filosóficos. Consulte a secção legal.
30. Donald Trump, que contratou um executivo da Moderna para liderar a busca do governo federal por uma vacina COVID19, e que se considera o pai da vacina, vangloriando-se pelo facto de ter pressionado Warp Speed e exorta os seus apoiantes a tomarem o jab, um jab que ele considera óptimo, seguro e eficaz, enquanto Biden pretende vacinar 70% dos americanos até 4 de Julho. O mesmo esterco, mas com cheiro diferente.

... ou isto!

31. De tempos a tempos, a OMS tem desencorajado o uso de máscaras por pessoas saudáveis, e muito menos as crianças. Mesmo usando cinco máscaras não impedirá a respiração de funcionar como aerossol.
Pais preocupados tiveram as máscaras dos seus filhos testadas num laboratório, apenas para descobrir que eles estavam infectados com 11 patógenos perigosos:
- Streptococcus pneumoniae (pneumonia)
- Mycobacterium tuberculosis (tuberculose)
- Neisseria meningitidis (meningite, sepse)
- Acanthamoeba polyphaga (ceratite e encefalite amebiana granulomatosa)
- Acinetobacter baumanni (pneumonia, infecções da corrente sanguínea, meningite, ITUs - resistente a antibióticos)
- Escherichia coli (intoxicação alimentar)
Borrelia burgdorferi (causa a doença de Lyme)
- Corynebacterium diphtheriae (difteria)
- Legionella pneumophila (doença dos legionários)
- Staphylococcus pyogenes sorotipo M3 (infecções graves - altas taxas de morbidade)
- Staphylococcus aureus (meningite, sepse)
32. Várias "simulações" de uma pandemia foram realizadas em:
- Maio de 2018 Clade X pela Johns Hopkins University
- Setembro de 2019. O Conselho de Monitoramento da Preparação Global da OMS (numa outra suposta simulação) incluiu como um dos seus indicadores de progresso a libertação de dois patógenos letais até Setembro de 2020. Ver página 39
- 2018. O INSTITUTO PARA MODELAGEM DE DOENÇAS, de Bill Gates, lançou um vídeo modelando uma pandemia que começava em Wuhan, China
- Outubro de 2019. O mentiroso, Bill Gates, patrocinou um evento de exercícios pandémicos globais 2021, vídeo. Fauci, é claro, faz parte do Conselho de Liderança da Fundação Bill & Melinda Gates, que contribuiu com mais de US $ 3,5 milhões para o NIH de Fauci
- Em 9 de Julho de 2021, o WEF implantará o Cyber Polygon, uma simulação de ataque à cadeia de suprimentos da infra-estrutura corporativa em tempo real.
- O Banco Mundial afirma na pág. 1º deste documento que o PROGRAMA DE PREPARAÇÃO E RESPOSTA ESTRATÉGICA COVID-19 será concluído em 31 de Março de 2025.
Fauci previu em 2017 que Trump certamente seria desafiado por uma pandemia e os EUA alertaram Israel em Novembro de 2019 sobre uma pandemia iminente prestes a começar na China.
33. Os jabs Pfizer, Moderna e J&J foram desenvolvidos usando linhagens de células fetais, ou seja, células cultivadas em laboratórios originalmente obtidas de fetos abortados décadas atrás. O argumento usado pelos pró-vaxxers é que essas não são as células originais, mas descendentes ou duplicatas das originais. O termo médico varia de acordo com o número e o órgão do feto abortado. Você tem o direito de recusar qualquer vacina que tenha sido desenvolvida, testada ou contenha linhagens de células fetais, com base nas suas crenças religiosas ou filosóficas.
34. Os bloqueios não tiveram efeito sobre a taxa de mortalidade. Aqui está outro relatório. E aqui podemos ver como a Covid não violará a fronteira sul do Michigan. Mais de 45.000 médicos pedem a suspensão dos bloqueios na Declaração de Great Barrington, enquanto mais de 6.000 pedem a sua retoma citando o número crescente de casos (produzidos por testes de PCR falhados) e a natureza de aerossol do vírus (que misteriosamente evita os nossos olhos).
"E quanto à Índia?" O que tem isso? O mesmo teatro está a ser representado ali. Aqui está um relatório de um cidadão de Bombaim em 20 de Maio de 2021. Em 27 de Maio de 2021, a Índia deu um passo atrás ao descontinuar terapêuticas comprovadas, como HCQ e Ivermectina, para pacientes Covid (página 5).
35. De 15 a 16 de Outubro de 2019, no Workshop da Rede de Segurança de Vacinas, em preparação para a AGENDA DE IMUNIZAÇÃO 2030 (página 3) Microsoft, Pinterest, Google, YouTube, Facebook e académicos foram contratados para policiar a agenda oficial: "A partir de 2020, A Agenda de Imunização 2030 servirá para impulsionar a próxima década de vacinas e esforços de imunização”. Porque o medo vende.
Em 12 de Dezembro de 2019, semanas antes de a COVID19 entrar no ciclo de notícias, o NIAID e a Moderna transferiram secretamente "candidatos a vacinas de mRNA contra coronavírus" para a Universidade da Carolina do Norte. Estes são os signatários: A B C
Em Março de 2020, o governo britânico discutiu tácticas que usaria para garantir que os cidadãos cumprissem a perda dos seus direitos e liberdades e isso incluiu:
- Usar a comunicação social para aumentar a sensação de ameaça pessoal
- Usar a comunicação social para aumentar o senso de responsabilidade para com os outros
- Usar e promover a aprovação social para os comportamentos desejados
- Usar desaprovação social para aqueles que não cumprem
Aqui está o documento e a mulher que o NHS uma vez contratou para mexer nos números dos mortos. Para não ficar para trás, Trudeau vangloria-se de quanto paga à comunicação social para vender a sua propaganda que previsivelmente relatou em Abril de 2021 uma quarta onda, enquanto o Ministro do Interior alemão pressionava os epidemiologistas a criarem o medo que exigiria o bloqueio. Um denunciante do Facebook abre a tampa.
36. O jogo final aponta para IDs digitais implantados. Ouça Klaus Schwabnesta entrevista de 2012. O Covid-19 seria o catalisador para a Grande Restauração, o cenário de pesadelo sobre o qual tanto ouvimos, projectado por sociopatas não eleitos; não que os eleitos tenham qualquer mérito.
Enquanto isso, a Marinha dos Estados Unidos e o Exército dos Estados Unidos orgulham-se do número de jabs que conseguiram desferir. Do modo como as coisas estão, as doses administradas por 100 pessoas continuam a aumentar em todo o mundo.
A cerimónia de abertura das Olimpíadas de 2012 deixou-nos com estas duas imagens. Mas, a programação preditiva não é a competência deste site.
No seu artigo conciso que explica o maciço processo de acção colectiva, o Dr. Reiner Fuellmich afirma: "Mais e mais cientistas, mas também advogados, reconhecem que, como resultado da deliberada propagação do pânico e das medidas corona possibilitadas por esse pânico, a democracia está em grande perigo de ser substituída por modelos totalitários fascistas.".
Aqui estão alguns dos mortos pelas injecções letais de Covid disfarçadas de vacinas. Como ponto culminante para esta análise, o ex-presidente da Associação de Médicos e Cirurgiões Americanos, Dr. Lee Merritt, acerta.

Nota: Os textos apresentados nesta secção são da inteira e exclusiva responsabilidade do respectivo autor ou compilador e reflectem apenas o seu ponto de vista, podendo não corresponder às opiniões ou pareceres dos restantes colaboradores.

<  índice  voltar  >
Nota: Os produtos, técnicas, terapias e informações deste sítio não substituem a consulta do seu médico ou especialista!

Sede e Endereço Postal: Florais ZED - Centro Comercial D. Dinis, Sala 703 - Av. Combatentes da Grande Guerra - 2400-122 LEIRIA - PORTUGAL
Telefones: 00351 244836160, 00351 938195335         e-Mails: Terapias, Formação e Produtos [].
Está absolutamente interdita e sujeita a processo judicial qualquer forma de cópia ou reprodução dos conteúdos das páginas deste sítio.
O 7ºzed é a sede física dos Florais ZED, essências florais de Portugal desde 2001
Copyright © 2006-2021 - Francisco Godinho, Leiria.  Web-Designer [] Última modificação desta página: 13/10/21 Visitas desde 01/10/06: