Índice >> Serviços >> Cursos >> Artigos >> Como Falar com o seu ADN 

Como Falar com o seu ADN

Como Falar com o seu ADN

Artigo de Michelle Walling, publicado em data desconhecida, traduzido e adaptado por Francisco Godinho
(Créditos e Gratidão à Autora)

Como Falar com o seu ADN

Como Falar com o seu ADN

Artigo de Michelle Walling[1], publicado em data desconhecida (Créditos e Gratidão à autora)

O nosso ADN contém os segredos da imortalidade e do bem-estar. Dentro dele está a sabedoria não só dos nossos antepassados genéticos, do nosso passado, como também experiências de vidas futuras. Foi-nos dito que activaremos as dez fitas do ADN adormecido e até agora considerado “lixo” que estão sobrepostos nas duas vertentes activas do ADN, que actualmente funcionam, mas como poderemos activar este ADN extra a fim de aceder a sabedoria necessária para seguirmos em frente?

O que é o ADN?

O ADN encontra-se no núcleo de cada célula do nosso corpo, excepto nas células vermelhas do sangue. Este transporta ADN apenas nas células brancas do sangue, porque as vermelhas não possuem núcleo. As instruções para o projecto do nosso corpo humano são replicadas na íntegra em cada núcleo. Em essência, o nosso corpo é um grande holograma com cada célula contendo um padrão completo do ADN e cada célula contém a totalidade da nossa existência física.

Além de servir como um modelo, o ADN serve como um lugar para armazenar registos de experiências e sabedorias, também permite a comunicação com os aspectos mais profundos de nós mesmos. Hoje, os cientistas estão conscientes de que temos dois filamentos entrelaçados activos de ADN, que carregam os códigos para as nossas características e interacções como seres humanos. Dentro dessas duas vertentes encontra-se a marca genética do nosso corpo físico, dos nossos pais, avós, e assim por diante. Os outros filamentos de ADN foram rotulados como inactivos pela ciência. Este ADN misterioso é a porta mágica para um novo reino. A boa notícia é que as outras vertentes estão a despertar lentamente e a fundir-se com as duas cadeias do nosso ADN, expandindo-se à medida que aumentamos a nossa vibração em conjunto com o planeta.

O que afecta o nosso ADN?

A diminuição do campo magnético da Terra e o aumento da actividade Solar são factores que farão com que as outras cadeias do ADN sejam “activadas” ou fundidas com a nossa existência. À medida que a nossa vibração continua a aumentar, permitirá uma mudança na consciência com uma maior sabedoria do nosso ADN sendo acessível dentro do corpo físico.

Porque quero falar com o meu ADN?
Cada célula do nosso ADN tem consciência de que está ligada ao EU superior. Ele é a mente consciente da nossa alma, é a maior essência de quem somos como um ser espiritual. Somos um dedo de consciência da nossa alma, enviados para baixo, para as dimensões inferiores, mas a nossa alma é muito grande para se manifestar na baixa densidade da terceira dimensão. Como o nosso universo, galáxia, e planeta se estão a expandir, isto vai possibilitar expandirmo-nos também, permitindo mais acesso às nossas partículas da alma que estamos a escolher trazer a esta realidade, para viverem num corpo humano. Ao fazermos isso devemos mudar de uma estrutura de carbono para uma de densidade mais leve.

Ao comunicarmo-nos com o nosso ADN, podemos realizar muitas coisas, incluindo:

Ascensão: Quando expandimos cada célula do nosso corpo com a luz, nós tornar-nos-emos seres com base cristalina, vibrando numa frequência maior de amor onde não podemos sofrer a interferência de seres vibracionais inferiores. A manifestação disso na nossa realidade, pode ser alcançada ao desejarmos verbalmente que se manifeste na nossa realidade.

Como os nossos corpos são hologramas, só precisamos falar com uma das células do nosso corpo, a fim de nos comunicarmos com todas as células, pois elas estão interligadas e funcionam como um ser completo. Elas são o modelo do que a humanidade se está a esforçar por ser, como um macrocosmo. No entanto, é possível falar com as células de um órgão específico, como o rim ou o fígado. Se quiser enviar a cura especificamente para essas células, elas irão enviar uma espécie de cura para todas as outras células do corpo.

Como falar com o seu ADN

A comunicação com o seu ADN não é um processo difícil e pode ser tão pessoal e único como gostaria que fosse. Pode tentar métodos diferentes e escolher o que sentir que seja o melhor para o seu corpo.

A fim de obter as maiores intenções é uma boa ideia criar um ritual em miniatura antes de começar a comunicar-se com o seu corpo pela primeira vez. Se estiver a fazer isto dentro de casa, deve incluir a definição da energia existente na sala para se sentir confortável, ou se preferir fazer isto fora, a natureza poderá fornecer a força vital necessária, que servirá como uma ponte entre você e o seu EU superior através das suas células. Depois de fazer o contacto inicial com uma célula ou várias células no seu corpo, pode simplesmente ter esse momento de conversa em qualquer momento que quiser, onde estiver. Conversar com as suas células é uma mistura entre meditação e oração.

Segue-se um exemplo de como pode conversar com o seu ADN

1. Encontre uma posição confortável que funcione para si, pode sentar-se em posição de lótus, deitar-se, sentar-se numa cadeira confortável, no sofá, ou até mesmo sentar-se numa banheira com água quente.

2. Feche os olhos e relaxe.

3. Faça algumas respirações lentas e profundas na área do seu diafragma, coloque a sua atenção e consciência no seu chakra cardíaco, faça outra respiração profunda enquanto se concentra na energia do seu centro cardíaco. A imaginação segue um longo caminho quando se pretende meditar no interior, e o que está a fazer no seu centro cardíaco é colocar-se a si mesmo na mais alta vibração do seu corpo, que é o amor.

4. Em seguida, pense numa parte do seu corpo, escolha a primeira parte que vier à sua mente, não adivinhe a sua primeira resposta intuitiva. Aguarde que ela surja.

5. Dentro dessa parte do seu corpo, concentre o seu foco agora numa parte ainda menor. Em seguida, vá mais e mais para dentro do seu corpo, mais e mais profundamente até que trave o foco numa única célula do seu corpo.

6. Fale suavemente com a sua célula e deixe-a saber que está feliz em estabelecer contacto com ela, deixe-a saber as suas intenções, isto pode ser a cura, tenha uma conversa com a intenção de que a sua célula se irá encher de luz no processo de ascensão. Seja qual for a sua razão para o contacto, a sua célula ficará em êxtase, porque você finalmente percebeu que se pode comunicar com ela. Conforme praticar a comunhão com as suas próprias células, poderá pausar e ouvir uma resposta. É importante prestar atenção à primeira coisa que vier à sua mente, pois muitas vezes temos a tendência de pensar que estamos apenas a comunicar-nos com a nossa própria imaginação, no entanto, estamos de facto em contacto com uma parte de nós mesmos.

A meditação de comunicação é uma óptima maneira de conhecer as necessidades do seu corpo, uma vez que todas as células estão em comunicação umas com as outras. Pode pedir para uma célula que, caso exista alguma outra célula que precise de atenção, elha seja prestada. Não se preocupe se não receber qualquer resposta “verbalmente” ou mentalmente. Muitas pessoas são capazes de sentir quando as nossas células se comunicam connosco, algumas sentem calafrios para cima e para baixo ao longo do corpo em resposta à pergunta. Você pode perguntar sim ou não à sua célula e esperar por uma resposta, onde o sim poderia ser estabelecido como calafrios, e o não seria a falta de calafrios.

O resultado final de falar com as suas células

Quando falamos com as nossas células levamos-lhes amor. O amor é a luz e como nós levamos luz, elevamos nossa vibração. À medida que expandimos nossas células para receber mais luz, criamos um ambiente para que mais luz se junte a nós. Finalmente, todos nós seremos capazes de nos comunicarmos livremente com o nosso EU superior, que está ligado à nossa alma e ela está ligada à nossa mónada, que é simplesmente um dedo da consciência do nosso criador.

Isto dá-nos uma nova definição do que significa “ir para dentro”, a fim de ter todas as respostas que desejamos. As nossas células estão todas ligadas umas às outras e elas ainda estão ligadas a toda a sabedoria de que poderíamos precisar.

A partir do nosso EU superior a nossa alma tem acesso a todas as experiências de tudo o que já foi registado nos registros akáshicos. A alma pode ou não ter acesso a certas coisas agora, mas à medida que aprendemos a manobrar a nossa consciência até à escada de ligação ao Criador, esta sabedoria será realmente nossa, assim como é do nosso Criador.

Quando curamos o nosso ADN também ajudamos os outros

Antes da mudança para a Era de Aquário, a porta para esta sabedoria tinha sido fechada por aqueles que têm controlado e dominado a humanidade sobre a Terra durante cerca de 30.000 anos. Uma enorme quantidade de dissonância foi inserida no nosso ADN, de geração em geração e de vida para vida, porém quando limparmos essa dissonância no ADN do nosso corpo físico, limparemos toda a dissonância do sangue dos nossos antepassados também. É uma hipótese bonita e emocionante percebermos que está a acontecer connosco algo mais do que apenas a ascensão, pois estamos a reescrever o passado e a criar um novo futuro com uma consciência expandida como nenhuma outra.

Quando a primeira pessoa expandir a luz dentro das suas células por um tempo de potencial máximo, existindo ainda num corpo físico, a porta estará aberta para essa pessoa mudar a sua consciência para uma perspectiva de 5ª dimensão, pois uma vez que o corpo estará cheio de luz, não haverá preocupação em voltar ou regredir para uma vibração mais baixa. Este é o propósito e a explicação do que entendemos pelo processo de ascensão. A maior parte de nós já ascendeu antes em outras vidas, no entanto deixávamos os corpos físicos no passado e voltávamos a mover a nossa consciência num novo corpo de luz. Neste processo actual, precisamos verdadeiramente “aprender como se faz”. Nós temos muita ajuda dos nossos guias, anjos, do EU superior, e da alma.

A partir do momento em que a primeira pessoa no mundo se preparar completamente para a ascensão, ela fornecerá um modelo para os outros seguirem rapidamente, pois os nossos corpos devem ser depurados das energias de baixa vibração e o espaço onde essas energias estavam deve ser preenchido com a luz, e quando a maioria das células forem preenchidas com a luz, estimularão as restantes a irromperem com a luz. Então, quanto mais as pessoas se prepararem, mudando a sua consciência para uma dimensão superior, mais rápido poderemos mover partes maiores da consciência humana até uma dimensão superior.

Finalmente esta consciência tornar-se-á UM novamente. O véu será levantado, o conhecimento será derramado, abençoando-nos com sabedoria, e com essa sabedoria poderemos descobrir que há um número infinito de cadeias de ADN, em vez de apenas doze, já que a criação é infinita e nós somos microcosmo do macrocosmo. A activação das nossas cadeias de ADN trará uma clara conexão com nosso Eu superior, que será a base para a Era de Ouro. Então, conversar com o nosso ADN é uma ferramenta poderosa da criação, que permite a manifestação dessa transformação na nossa realidade e estes são os segredos que nos foram escondidos por muitos milénios. O conhecimento traz a sabedoria e a sabedoria traz a paz.
 

 

 

 


[1] Publicado originalmente em http://in5d.com/


<  índice  voltar  >
Nota: Os produtos, técnicas, terapias e informações deste sítio não substituem a consulta do seu médico ou especialista!

Sede e Endereço Postal: Florais ZED - Centro Comercial D. Dinis, Sala 703 - Av. Combatentes da Grande Guerra - 2400-122 LEIRIA - PORTUGAL
Telefones: 00351 244836160, 00351 938195335         e-Mails: Terapias, Formação e Produtos [].
Está absolutamente interdita e sujeita a processo judicial qualquer forma de cópia ou reprodução dos conteúdos das páginas deste sítio.
O 7ºzed - Escola de Reiki ZED de Leiria é a sede física dos Florais ZED, essências florais de Portugal desde 2001
Copyright © 2006-2017 - Francisco Godinho, Leiria.  Web-Designer [] Última modificação desta página: 01/01/17 Visitas desde 01/10/06: contador para blog