Índice >> Serviços >> Cursos >> Artigos >> As emoções e as doenças 

As emoções e as doenças

As emoções e as doenças

Karin Klemm 02-10-2006
Adaptação livre para PT-PT

As emoções e as doenças

As emoções e as doenças

Ao longo destes anos pude estar em contacto com várias literaturas, umas de auto-ajuda, outras mais científicas.
Vi em muitos casos que pessoas que possuíam um certo padrão de sentimentos (pensamentos) ou estavam dentro de alguma situação conflituosa, acabavam por desenvolver doenças.
Procurei saber mais em psicossomática, e autoras memoráveis com Louise Hay, com obras fantásticas sobre sentimentos e doenças.
Somos responsáveis pelo nosso corpo em por tudo o que ocorre nele (em geral temos a ideia disso, mas não a certeza), os nossos pensamentos, principalmente os mais negativos, como tristeza, raiva, medo, ódio, baixa auto-estima, desvalor próprio, rejeição, vontade de fugir (dentre outros), em geral originam um estado de falta de perdão, consigo ou com o outro.
Esse estado desencadeia no nosso cérebro uma série de substâncias que acabam por desestabilizar alguma parte do nosso corpo, gerando doenças, algumas por vezes bem graves.
O segredo para uma vida com melhor saúde é sempre, perdoar e saber que ninguém é perfeito, e valorizar-se muito, afinal se não der valor a si próprio, ninguém o valorizará. Ame os seus defeitos, as suas qualidades, pensando sempre em melhorar os seus pontos a desenvolver.
Cuidado com os sentimentos que vê que não são bons para si, perceba e veja o que pode mudar para não lhe fazerem mal.
Esta é uma lista que ilustra a forma como as suas emoções geram energia negativa que se manifesta na sua estrutura física de forma deletéria:
Acne: Não se aceitar; desamor por si.
Adenóides: Atritos familiares, discussões.
Alergias: Falso ego e sensibilidade.
Alcoolismo: Sentimentos de futilidade, inadequação, culpa e auto-rejeição.
Amigdalite: Emoções reprimidas, criatividade sufocada.
Anemia: Falta de prazer; desinteresse da vida.
Anorexia: Ódio ao extremo de si mesmo.
Apendicite: Medo da vida. Bloqueio do fluxo do que é bom.
Arteriosclerose: Resistência. Recusa em ver o bem.
Artrite: Amargura, ressentimento, crítica, sentimentos de desamor.
Asma: Supersensibilidade; amor sufocado; supressão do choro, sentimentos sufocados.
Bexiga (problemas): Ansiedade; resistência contra novas ideias.
Boca (problemas): Incapacidade de engolir ideias; fixação de opiniões e mente fechada.
Bronquite: Ambiente familiar “inflamado”, Gritos e discussões.
Bursite: Raiva reprimida, vontade de bater em alguém.
Cãibras: Tensão; segurar-se; oprimir-se.
Câncer: Mágoa profunda, tristezas mantidas por muito tempo. Profundos segredos ou aflições corroendo o Eu; retenção longa dos ressentimentos; ferimentos profundos.
Catarata: Futuro pouco claro; inabilidade de ver à frente.
Ciática: Medo do dinheiro e do futuro.
Cisto: Crescimento falso; fomentação de choques e mágoas emocionais.
Coceira: Desejos insatisfeitos, remorso; punição e culpa.
Colesterol: Entupimento dos canais da alegria; medo de aceitar a alegria.
Colite: Pais superexcitados; opressão, menosprezo; necessidade de afecto.
Coração: Problemas emocionais sérios longamente suportados; falta do prazer, rejeição da vida. Crença nas pressões e no esforço.
Corcunda: Raiva atrás de si próprio, ressentimento conservado.
Deslocamento de disco: Indecisão.
Derrame: Resistência. Rejeição a vida.
Diabetes: Profundo sentimento de mágoa; falta de dar afecto na vida.
Diarreia: Medo, rejeição, fuga (eliminar de dentro o que está mau).
Dor: Congestão, bloqueio; crença em barreiras; punição, culpa.
Dor de cabeça: Tensão, revolta, contrariedades emocionais. Sentimentos feridos.
Dor de ouvidos: Raiva; não querer ouvir.
Edema: Supersensibilidade, individualidade machucada. Personalidade ferida.
Enjoo de carro: Medo-dependência, sentimento de ser apanhado em armadilhas.
Enjoo de mar: Medo; medo da morte.
Enxaqueca: Medos sexuais. Raiva reprimida. Pessoa perfeccionista.
Epilepsia: Rejeição da vida; sensação de perseguição; violência contra si.
Esclerose múltipla: Dureza mental, coração endurecido, vontade de segurar; inflexibilidade.
Espinhas: Crença na feiura, culpa, ódio de si.
Estômago (problemas): Incapacidade de assimilar ideias. Medo de novas ideias.
Excesso de peso: Insegurança; auto-rejeição; procura de amor. Medo da perda, sufocar sentimentos.
Fadiga: Resistência, aborrecimento; falta de amor pelo que faz.
Febre: Queimar-se com alguém ou algo; raiva.
Febre do Feno: Congestão emocional; confusão nas crenças; medo do moralismo.
Fibromas: Alimentar mágoas causadas pelo parceiro.

Frigidez: Medo. Negação do prazer.
Gagueira: Insegurança; falta de auto-expressão.
Garganta: Repressão de raiva; ferimentos emocionais engolidos.
Gastrite: Incerteza profunda. Sensação de condenação, ideias mal digeridas.
Gengivas (problemas): Inabilidade de levar avante as decisões uma vez que elas sejam tomadas.
Glândulas (problemas): Desequilíbrio; falta de ordem; distribuição insuficiente.
Glaucoma: Tensão emocional por sustentar por longo tempo sentimentos feridos.
Gota: Impaciência, raiva, dominação.
Gripe: Respostas a negatividade e crença geral; medo, crença em estatísticas.
Hemorróidas: Medo de prazos determinados. Raiva reprimida. Pessoa perfeccionista.
Hepatite: Raiva, ódio. Resistência a mudanças. O fígado é o local da raiva e de emoções primitivas.
Hérnia: Carga, resistência mental, autopunição; raiva; expressões criativas incorrectas.
Herpes: Prolongada suspensão nervosa.
Impotência: Pressão sexual, tensão, culpa; crenças sociais; rancor contra um antigo parceiro.
Inchaços (verrugas): Auto-rejeição, medo, falta de amor.
Indigestão: Medo, ansiedade, pavor.
Infecções: Irritação, raiva, chateação.
Insanidade: Escapismo, recolhimento; violenta separação da vida.
Insónia: Tensão, culpa, medo.
Laringite: Medo de verbalizar opiniões; raiva. Ressentimento da autoridade.
Labirintite: Medo de não estar no controlo.
Meningite: Tumulto interior. Falta de apoio.
Nervos, nervosismo: Comunicação, luta, pressa; medo, ansiedade. Pensamentos confusos.
Nódulo: Ressentimento, frustração. Ego ferido.
Olhos (problemas): Não gostar do que vê na sua vida. Medo do futuro; não ver a verdade.
Ossos (problemas): Rebelião contra a autoridade.
Paralisia: Medo, escapismo, resistência, choque.
Pele (problemas): Sentir-se ameaçado na individualidade; falta de segurança, impaciência; assadura; maneira de ganhar atenção.
Pernas (problemas): Medo do futuro (as pernas carregam-no para frente).
Pés (problemas): Medo do futuro.
Pescoço (problemas): Inflexibilidade, recusa em ver outros lados da questão; teimosia.
Pneumonia: Desespero. Cansaço da vida.
Prisão de Ventre: Recusa de relaxar sobre velhas ideias; mesquinhez.
Pulmões: Medo de receber e dar-se à vida.
Quadris: Medo de ir avante em decisões importantes.
Quistos: Alimentar mágoa. Falsa evolução.
Resfriados: Confusão, desordem, pequenas mágoas; família e crenças estereotipadas.
Retenção de líquidos: O que é que tem medo de perder?
Reumatismo: Falta de amor; ressentimento; amargura crónica; vingança.
Rinite Alérgica: Congestão emocional. Culpa. Crença em perseguição.
Rins: Crítica, desapontamento, fracasso.
Roer unhas: Separação dos pais, pedaço de si que se recalca.
Ronco: Teimosia, apego ao passado.
Sangue (problemas): Falta de alegria; faltas de circulação das ideias; pensamentos estagnados.
Sinusite: Irritação com pessoas próximas. Presença de pessoa que o irritam.
Surdez: O que não quer escutar? Rejeição, teimosia, isolamento.
Tensão Alta: Problema emocionalmente duradouro e não resolvido. Manter por longo tempo problemas insolúveis.
Tensão baixa: Depressão, mágoa, derrotismo, raiva.
Tosse: Nervosismo, amolação, crítica.
Tuberculose: Egoísmo; possessão; crueldade.
Tumor: Crescimento falso; ferimentos e choques emocionais.
Tumor no cérebro: Crenças incorrectas computadas; teimosia; recusa em mudar os velhos padrões.
Úlceras: Algo se corrói em si; ansiedade, medo, tensão. Crença em pressões.
Urinar na cama: Medo dos pais (normalmente do pai).
Urticária: Pequenos medos escondidos; exagero de pequenos problemas.
Varizes: Negatividade, resistência; remoer emoções; sustentar um trabalho que odeia; circulação entravada, atulhada de ideias; desencorajamento.
Vesícula (pedras na): Amargura; pensamentos dolorosos que não encontra meios de evitar.

 

Fonte:  http://karinpsicologa.wordpress.com/2006/10/02/sentimentos-geram-doencas/


<  índice  voltar  >
Nota: Os produtos, técnicas, terapias e informações deste sítio não substituem a consulta do seu médico ou especialista!

Sede e Endereço Postal: Florais ZED - Centro Comercial D. Dinis, Sala 703 - Av. Combatentes da Grande Guerra - 2400-122 LEIRIA - PORTUGAL
Telefones: 00351 244836160, 00351 938195335         e-Mails: Terapias, Formação e Produtos [].
Está absolutamente interdita e sujeita a processo judicial qualquer forma de cópia ou reprodução dos conteúdos das páginas deste sítio.
O 7ºzed é a sede física dos Florais ZED, essências florais de Portugal desde 2001
Copyright © 2006-2019 - Francisco Godinho, Leiria.  Web-Designer [] Última modificação desta página: 12/06/19 Visitas desde 01/10/06: