Índice >> Serviços >> Cursos >> Artigos >> Arrependo-me, Perdoa-me, Agradeço-te, Amo-te. 

Arrependo-me, Perdoa-me, Agradeço-te, Amo-te.

Arrependo-me, Perdoa-me, Agradeço-te, Amo-te.

Arrependo-me, Perdoa-me, Agradeço-te, Amo-te.
Francisco Godinho, 13-11-2021

Arrependo-me, Perdoa-me, Agradeço-te, Amo-te.

Arrependo-me, Perdoa-me, Agradeço-te, Amo-te.

Aloha! Bem-vindo/a!
No final do workshop de hoje, uma das alunas desafiou-me a dar a conhecer o Ho’oponopono duma forma mais terra-a-terra, mostrando como é poderoso e maravilhosamente simples. Ao escrever este artigo, o primeiro de pelo menos três, estou a aceitar o seu repto. Vejamos se esta é uma boa forma de o fazer…

“A ohe pau ko ike i kou halau.” (Não penses que toda a sabedoria está na tua escola.) provérbio hawaiano

Neste artigo encontrarás informação que tenho vindo a colher Ho’oponopono, algumas coisas a partir da minha experiência pessoal na prática do sistema, outras daquilo que li e guardei nos cursos que frequentei e noutros materiais de fontes diversas.
Tenho como minha verdade que o Ho’oponopono é uma ferramenta que tem tanto de simples quanto de poderosa. Daí talvez a necessidade que o nosso intelecto tem de o complicar, acrescentando-lhe ou integrando-o noutras correntes de cura, gerando dessa forma ferramentas que ultrapassam de longe a simplicidade inicialmente desejada.
Espero que este artigo crie também em ti interesse e vontade para praticares o Ho’oponopono.
Tudo começou porque, em determinada altura do percurso me apercebi que andava demasiado ansioso e com tendência para retomar os julgamentos, culpando-me e aos outros. Isso levou a que desejasse sentir-me mais tranquilo, equilibrado, feliz e, com isso, lidar melhor com os problemas quotidianos. Eu sabia que, se me conseguisse manter com a mente mais serena, conseguiria transformar os obstáculos mais difíceis em meros desafios e, na busca que então encetei, de súbito surgiu-me uma técnica hawaiana chamada Ho’oponopono.

À primeira não me deixei tentar, mas aquela palavra engraçada e simultaneamente estranha parecia insistir em cair-me frente aos olhos. Rendi-me e comecei a testar os rudimentos na prática.
Há três ferramentas básicas muito simples, pelas quais comecei e que te convido a experimentar: a primeira e mais conhecida, que pode ser feita na forma de mantra, com a repetição das quatro frases “mágicas”; a Oração Ho’oponopono; e a Meditação Ho’oponopono.
Creio que por volta de 2009 li um livro de Joe Vitale, Zero Limits (Limite Zero), que já se tinha transformado em best-seller, no qual ele conta sobre o psiquiatra hawaiano Dr. Ihaleakala Hew Len, que, ao ser responsabilizado por um pavilhão inteiro de doentes mentais e criminosos, no Hospital Estatal do Hawaii, onde trabalhou durante quatro anos, resolveu utilizar os seus conhecimentos das técnicas ancestrais hawaianas de cura, conhecidas como Huna, e acabou por curar todos, o que resultou no encerramento dessa ala do hospital.
A partir do seu gabinete, sem sequer ver os pacientes, o médico estudava a ficha do preso e, em seguida, trabalhava sobre si mesmo a fim de ver como ele próprio havia criado a enfermidade dessa pessoa. Ou seja, o terapeuta avaliava que aspectos daquele paciente ele reconhecia ou conhecia nas suas próprias memórias e, à medida que alcançava melhorias, sentindo-se ainda mais consciente, o paciente também melhorava.
O Dr. Hew Len diz que devemos fazer uma limpeza constante nas situações de vida, pois não sabemos exactamente de onde surgiram, e o ideal é chegar ao Ponto Zero, onde tudo é neutro.
Existem várias ferramentas que são transmitidas nos seminários que ele ministra, muitas das quais são confidenciais, mas tive o privilégio de adquirir dois desses cursos e ficar a par de tais técnicas. A mais popular de todas são as frases que podemos dizer repetidas vezes, dirigindo-nos ao Divino Criador, ou outro nome que quisermos dar: “Arrependo-me, Perdoa-me, Agradeço-te, Amo-te.” e é esta técnica tão simples que tem feito com que o nome Ho’oponopono seja cada vez mais conhecido.
Aloha! Até já!

Achas estas frases interessantes? Queres vir aprender connosco?
Se sim, segue esta ligação

Nota: Os textos apresentados nesta secção são da inteira e exclusiva responsabilidade do respectivo autor ou compilador e reflectem apenas o seu ponto de vista, podendo não corresponder às opiniões ou pareceres dos restantes colaboradores.

<  índice  voltar  >
Nota: Os produtos, técnicas, terapias e informações deste sítio não substituem a consulta do seu médico ou especialista!

Sede e Endereço Postal: Florais ZED - Centro Comercial D. Dinis, Sala 703 - Av. Combatentes da Grande Guerra - 2400-122 LEIRIA - PORTUGAL
Telefones: 00351 244836160, 00351 938195335         e-Mails: Terapias, Formação e Produtos [].
Está absolutamente interdita e sujeita a processo judicial qualquer forma de cópia ou reprodução dos conteúdos das páginas deste sítio.
O 7ºzed é a sede física dos Florais ZED, essências florais de Portugal desde 2001
Copyright © 2006-2022 - Francisco Godinho, Leiria.  Web-Designer [] Última modificação desta página: 01/01/22 Visitas desde 01/10/06: